Blog

Recebimento e armazenagem de materiais: como otimizar esses processos

18 de março de 2020
Para aumentar o diferencial competitivo de seus negócios, os gestores estão sempre à procura de novas formas de otimizar os processos, para produzir mais com menos (seja tempo ou dinheiro).
Não demorou muito para que os especialistas propusessem novas formas de potencializar as etapas do processo de armazenagem, em especial o recebimento e a estocagem. Essas fases ganharam mais destaque nos últimos anos por causa dos desafios enfrentados pela empresa nesses setores, uma vez que os clientes estão cada vez mais exigentes. 
 
Como consequência, a pressão também cresceu. Agora, todos os serviços precisam atingir o nível máximo de qualidade e entrega, o que exige que todo o processo de armazenagem seja feito de maneira rápida e eficiente. Isso inclui, é claro, o recebimento e a estocagem. 
 
A seguir, você vai entender como funciona esse processo e conferir algumas dicas de como utilizá-lo. Esses investimentos vão render frutos a curto e longo prazo, uma vez que o seu negócio terá mais agilidade nas entregas e conquistará o selo de aprovação dos seus clientes. 
 
Lembre-se que isto é essencial para garantir o faturamento no fim do mês e preservar a rentabilidade da sua empresa. 
 
Conheça as etapas do processo de armazenagem 
Antes de tudo, é preciso compreender quais são os fluxos englobados no processo de armazenagem. Diferentes empreendimentos podem seguir linhas alternativas, mas a maioria segue o padrão descrito abaixo:
 
recebimento: através das frotas de caminhões e outros meios de transporte, as mercadorias chegam para serem conferidas, identificadas e separadas de acordo com suas especificações e características;
 
conferência: verificação de que as mercadorias entregues são aquelas encomendadas, se estão na quantidade certa e se há algum tipo de avaria que impeça o uso ou comercialização do produto;
 
estocagem: nesta etapa, o operador verifica se o código de endereçamento está de acordo com o local a que foi destinado, para então o produto ser guardado através do uso de empilhadeiras, porta paletes ou outras soluções de armazenagem;
 
identificação: os itens são marcados de acordo com determinadas características ou suas funcionalidades para facilitar a localização de maneira rápida e eficaz;
 
separação: depois da identificação, os produtos são separados de acordo com os pedidos para os quais serão encaminhados;
 
embalagem: em casos de comercialização do material, o mesmo precisa ser embalado de forma a garantir a sua integridade e evitar que sofra avarias durante o transporte até o destino final; 
 
expedição: por fim, a mercadoria segue para a frota ou é encaminhada para o processo de industrialização através de equipamentos apropriados.
 
Saber como funciona todo o procedimento de expedição de materiais é o primeiro passo para pensar em estratégias de como otimizar esses fluxos. Agora, podemos ir para a etapa seguinte. 
 
Saiba como otimizar o recebimento e armazenagem de materiais
É de conhecimento geral que o bom gerenciamento do setor logístico impacta positivamente em todos os setores da empresa, e o conhecimento gera novas formas de otimizar as etapas de recebimento e armazenagem.
 
A seguir, separamos cinco estratégias que irão ajudar os gestores a potencializar esses processos. Confira: 
 
Mapeie os processos
Antes de tudo, os responsáveis precisam entender quais são os principais processos que acontecem dentro da empresa. Esse levantamento é de extrema necessidade para entender quais são as etapas que estão funcionando perfeitamente e quais são aquelas que precisam ser atacadas para não prejudicar o fluxo de operações. 
 
Com esses dados em mãos, os gestores podem discutir os próximos passos e quais serão as decisões tomadas. Tudo precisa estar registrado, seja em planilhas ou em softwares especializados, para que o desenvolvimento seja documentado e analisado futuramente.
 
Escolha boas soluções de armazenagem
Como vimos no tópico anterior, o processo completo de armazenagem engloba etapas referentes à estocagem de materiais. Por isso, o gestor precisa encontrar fornecedores de confiança para contratar soluções de qualidade. 
 
Afinal, não é simplesmente armazenar, é sobre como fazer isto. A Bertolini está no mercado desde 1984 e hoje é referência do segmento na América do Sul, atingindo esse patamar oferecendo para os clientes soluções que atendem às suas necessidades. 
 
Entre seus produtos e serviços de maior destaque estão drive-in, cantilever, mezanino, dinâmico, push back, flow rack, bases móveis e estruturas autoportantes. Além desses produtos, possui itens automatizados para movimentação de materiais como carro satélite, transelevador, pistas e esteiras. 
 
A Bertolini também oferece inspeções técnicas de segurança, com técnicos que visitam os clientes e fazem a verificação de segurança da armazenagem paletização de acordo com as normas nacionais e internacionais.
 
Agende as entregas
Entregas não esperadas atrasam todo o projeto, pois os colaboradores precisam interromper suas rotinas para lidar com algo que não estava na agenda. 
 
Para otimizar os processos de recebimento e armazenagem de materiais, nós recomendamos que os colaboradores responsáveis tenham um calendário eletrônico, onde possam agendar as entregas em um cronograma. Assim, as mercadorias não ficam muito tempo no pátio esperando o recebimento e a conferência, o que causa uma má impressão no cliente.
 
Utilize a automação ao seu favor
Dizem que o uso de automação dentro das indústrias e armazéns vai acabar com os empregos, mas isso não é verdade. Fluxos bem definidos unem o que há de melhor nessas duas formas de trabalho - a humana e a robotizada. 
 
Dessa forma, a empresa consegue extrair maior produtividade por parte dos colaboradores, que não precisam mais perder tempo em processos manuais. Dessa forma, os processos ocorrem de maneira mais fluída. 
 
Controle a qualidade dos produtos
Os funcionários que trabalham na etapa de conferência precisam estar atentos para uma característica de extrema importância dos produtos: a qualidade. Nessas horas, um checklist costuma ajudar bastante ao listar o que deve ser avaliado no item para assegurar que o mesmo tenha a qualidade.
 
Informações como data de validade, número de lote e avarias precisam ser anotadas e registradas em um grande banco de dados. Isso é muito importante pois, na hora de armazenar os materiais, os responsáveis sabem exatamente o que está dentro dos estoques e já podem eliminar os produtos com defeitos, que apenas ocupam espaço. 
Voltar